Espiritismo e Psiquê




21 de mar de 2010

Um pouco sobre minha história no espiritismo

Sou Juliana Thaís de Moraes, nasci em 1983, fui criada em família católica e minha única referência de Espiritismo era a figura de Chico Xavier, do qual meu pai, apesar de ter outra crença, sempre falava com muito carinho.
Aos 13 anos sofri processo obsessivo, fui ajudada por um senhor, um “benzedor” (que não era espírita) e me disse que eu era médium, que precisava estudar. Na época isso não fez muito sentido e fiquei até um pouco assustada.
Aos 14 anos, passando em frente a um Centro Espírita com minha mãe, decidi entrar e conhecê-lo. Deste ambiente não mais sai, sempre estudando e aprendendo.
Meus estudos se deram em três cidades: Araçatuba (Centro Espírita Bezerra de Menezes), em São Paulo (Federação Espírita do Estado de São Paulo e no Centro de Preparação Cristã) e finalmente em Londrina (Centro Espírita Nosso Lar e Casa Espírita Anita Borela). 
O espiritismo na minha vida teve importância em muitos aspectos: aprendi a controlar minha mediunidade e fui incentivada ao exercício da caridade desde muito nova. Isso me fez enxergar a vida com um outro olhar, tentando colocar em prática o desafio da reforma íntima, estudando na literatura espírita sobre a as leis de causa e efeito, as leis de amor e o mundo espiritual e tantas outras coisas.
Sou pequena aprendiz no que diz respeito ao espiritismo e ao conhecimento humano e pretendo neste blog apenas compartilhar esses ensinamentos e algumas reflexões.

2 comentários:

  1. Uma singela, mas bela história. Parabéns Juliana por seu blog. Tem textos muito bons. Gostei da biografia do Dr. Ian Stevenson. Fraternalmente. Barsa.

    ResponderExcluir